Slackline em guarapari

Slackline circuito Radical
31 de maio de 2017
Praticar Slackline
31 de maio de 2017

Slackline em guarapari

Praia do Morro ganha espaço apropriado para slackline

Resultado de imagem para comprar slackline banner

slacklineGuarapari agora conta com um novo espaço para os adeptos do slackline, esporte praticado sobre uma fita elástica esticada entre dois pontos fixos. Neste domingo (14), foi inaugurado o “slackpoint”, próximo ao quiosque 08, na Praia do Morro.

O espaço foi viabilizado pela Prefeitura de Guarapari, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo (Sectur), após um grupo de praticantes do slackline solicitar ao órgão a implantação de locais voltados para a prática do esporte. “Pedimos os espaços para que não precisássemos continuar montando o equipamento em árvores, o que poderia danificá-las”, explica o estudante de Educação Física e praticante de slackline Victor Ribeiro de Almeida.

De acordo com ele, a modalidade começou a ganhar adeptos em Guarapari no verão de 2014. “Eu comecei a praticar na Praia das Castanheiras e pessoas que já conheciam o esporte foram se juntando e acabamos formando um grupo, que batizamos de Gpline (Guarapari Slackline). O esporte foi se expandindo e em dezembro de 2015 realizamos um evento no Radium Hotel. A partir de então, muita gente começou a praticar”, conta.

A subsecretária de Comunicação, Wilza Moreira, disse que a prefeitura está utilizando áreas ociosas do município para prática esportiva e cultural e preparou o espaço visando a segurança dos atletas. “Os praticantes foram chamados, para explicarem as especificações do espaço. Foi feita uma análise de contaminação da areia, que constatou que o local estava liberado para uso humano. Em seguida, foram fixadas as estacas. O espaço na Praia do Morro foi o primeiro escolhido, mas outros como ele vão ser criados na cidade”.

O esporte tem agradado bastante o engenheiro civil Henrique da Silva Almeida, de 44 anos. “Sempre fui adepto de esportes mais radicais. Quando descobri o slackline, fiz um teste em uma academia de Guarapari, me matriculei e tem três meses que estou praticando o esporte. Estou adorando! Me surpreendeu”, afirma.

O acesso ao slackpoint é livre, mas o equipamento é particular e montado pelos praticantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *